Psicopedagogia: saiba quando procurar este profissional.

postado em: Blog | 1

A Psicopedagoga, Marlene Melo traz informações sobre a importância do Psicopedagogo no processo de ensino e desempenho de crianças, adolescentes e adultos, em especial daqueles com algum tipo de dificuldade que se constitui como obstáculo ou impedimento à aprendizagem. Confira!


O que faz um Psicopedagogo?

“O psicopedagogo trabalha na criança, no jovem e até mesmo no adulto as dificuldades escolares, por meio do lúdico (jogos educativos).”

Quais sinais indicam a necessidade de procurar este profissional?

“Normalmente, os sinais são detectados na fase escolar, quando o aluno apresenta dificuldades de acompanhar a turma a qual faz parte. Tais dificuldades como falta de atenção, falta de concentração, falta de raciocínio lógico, coordenação visomotora precária, disgrafia, impulsividade e dificuldade no processamento auditivo central. Esses são os casos mais comuns observados na escola.”

Como é realizado o diagnóstico?
“Dependendo da queixa principal, é realizada uma entrevista inicial com a família sobre a dificuldade do aluno. Em seguida, é marcada a anamnese (avaliação do aluno) onde são aplicados os testes psicopedagógicos por meio do lúdico. Em alguns casos, se faz necessário a visita do psicopedagogo na escola e até mesmo em sua residência para observar se a queixa feita pela escola e pela família é pertinente.” “Na maioria das vezes, o psicopedagogo precisa de avaliações com outros profissionais, como neurologista, fonoaudióloga, terapeuta ocupacional e neuropsicóloga para poder fechar o diagnóstico.”


Após o diagnóstico, como é realizado o tratamento?
“O tratamento é realizado por meio de terapias psicopedagógicas, no mínimo duas vezes por semana, sempre através do lúdico, onde são estimuladas as áreas em defasagem.”

“O psicopedagogo necessita da parceria de outros profissionais afins para que o resultado de sua terapia venha a ter maior sucesso.”

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *